FMI alerta São Tomé e Príncipe está em em risco de endividamento apesar da economia continuar a ter bom desempenho.

Escrito por  RNSTP Out. 03, 2016

A economia de São Tomé e Príncipe continua a ter um bom desempenho, não obstante alguns desafios.

 

Estima-se que o crescimento do PIB em 2016 se situe em quatro por cento (4%), ligeiramente, abaixo dos cinco por cento (5%) projectados no âmbito do programa.

A constatação é da Missão Técnica do Fundo Monetário Internacional (FMI), que se deslocou à São Tomé e Príncipe para avaliar pela segunda vez consecutiva, o “Programa Económico Trienal” existente entre esta instituição da Bretton Woods e o nosso País.

Durante duas semanas, a equipa do FMI,  analisou o desempenho de São Tomé e Príncipe durante o primeiro semestre de 2016.

As conclusões preliminares da Missão do FMI, dão conta que “em termos gerais, o desempenho global do País até ao final de Junho de 2016 foi satisfatório”.

Maxwell Opoku-Afrai que chefiou a Missão ao fazer na última quarta-feira, dia 28, o “briefing” das conclusões preliminares, afirmou que o “Acordo ao nível do corpo técnico”, será submetido para aprovação ao Conselho de Administração do FMI.

Opoku-Afrai, sublinhou ainda que “São Tomé e Príncipe é um país que está em risco de endividamento pelo que as despesas deverão ser controladas”.

 O Chefe da Missão do FMI deixou algumas recomendações ao Governo Sãotomense no quadro da estabilidade macro-económico e financeiro visando harmonizar aspectos relacionados com o controlo da dívida e a promoção de investimentos.

A Missão do FMI esteve em São Tomé e Príncipe durante duas semanas, tendo realizado encontros com várias entidades nacionais, nomeadamente, o Presidente da República, o Vice-Presidente da Assembleia Nacional, o Ministro da Presidência do Conselho de Ministros e dos Assuntos Parlamentares, o Ministro das Finanças e da Administração Pública, a Governadora do Banco Centra e altos funcionários departamentais do Governo.

O leque de contactos estendeu-se também à representantes do sector privado, incluindo bancos comerciais, a Câmara do Comércio do Comércio, Indústria, Agricultura e Serviços (CCIAS),  doadores internacionais e grupos de estudantes.

 

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Ligue-se a nós

Calendário das Publicações

« Dezembro 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31