Repres. Residente do PNUD, José Salema (esquerda),  Min das Infra-estruturas, Recursos Naturais e Ambiente, Carlos Vila Nova (direita) Repres. Residente do PNUD, José Salema (esquerda), Min das Infra-estruturas, Recursos Naturais e Ambiente, Carlos Vila Nova (direita)

Governo Sãotomense assina "Memorando de Entendimento " com o PNUD para assegurar a promoção da rede resistenete ao clima e ambiente sustentável‏.

Escrito por  RNSTP Jan. 22, 2016

O Governo assinou ontem, com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) um “Memorando de Entendimento” no âmbito do Projecto “Promoção de rede resistente ao clima e ambientalmente sustentável/rede isolada de electricidade hidroeléctrica e através de uma perspectiva integrada em São Tomé e Príncipe.

 

Este projecto, está orçado em 5,2 milhões de dólares americanos e é financiado pelo PNUD e o Fundo para um Ambiente Global (GEF) para um período inicial de cinco anos (2016-2020).

O “Memorando de Entendimento”, foi assinado pelo Ministro das Infra-estruturas, Recursos Naturais e Ambiente, Carlos Vila Nova e pelo Representante Residente do PNUD, José Salema.

A assinatura deste memorando, que antecede a do documento do referido projecto visa permitir que as duas partes possam proceder ao lançamento oficial do mesmo e das suas actividades no terreno.

O Ministro Carlos Vila Nova, na ocasião, afirmou que os documentos vão permitir alavancar alguns dos projectos sociais em benefício da população.

Para o Representante Residente do PNUD, José Salema, trata-se de uma iniciativa importante para o País, tendo em vista que procura inovar.

O Ministro das Infra-estruturas, Recursos Naturais e Ambiente, considera, entretanto, que isto vai permitir melhorar a prestação em termos de produção, gestão e transporte de energia.

O projecto vai ser implementado já em Fevereiro, e prevê introduzir uma abordagem integrada de energia e ecossistemas, reduzindo assim as emissões de gases de efeito de estufa, criando um ambiente legal, regulador e um mercado favorável bem como a construção de capacidades institucionais, administrativas e técnicas.

Tudo para promover a utilização do potencial para gerar mini/pequenas centrais hidroeléctricas extensivas no País visando abastecer a rede da EMAE e pequenas redes isoladas.

Para o dia de hoje, estava ainda prevista, a assinatura do “Plano Anual de Trabalho (PAT) 2016 entre o Director Geral dos Recursos Naturais e Energia, Gilmar Ramos, e o Assistente do Representante Residente do PNUD, António Viegas.

Com este plano, o PNUD pode apoiar o seu parceiro nacional a cumprir as metas estabelecidas pelo Programa-Quadro de Assistência das Nações Unidas ao Desenvolvimento de São Tomé e Príncipe (UNDAF) para três dos seus quatro efeito de desenvolvimento do ciclo programático em curso (2012-2016).

Comentar


Código de segurança
Atualizar

  1. Popular
  2. Favorito
  3. Comentado

Ligue-se a nós

Calendário das Publicações

« Julho 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            

Filtrar por temas