SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE RELANÇA COOPERAÇÃO BILATERAL COM MARROCOS

Escrito por  RNSTP Fev. 01, 2016

São Tomé e Príncipe e o Reino de Marrocos reforçaram ainda mais as suas relações de cooperação bilateral, com a recente visita de uma semana, efectuada pelo Primeiro-Ministro e Chefe do Governo, Patrice Emery Trovoada a esse país do norte do Magreb.

 

O Chefe do Executivo Sãotomense que ontem regressou ao País, ao fazer o “briefing” da sua missão às terras do Rei Mohamed VI, destacou o reforço da cooperação económica, a formação profissional nos domínios da educação e da defesa e segurança.

“Assinamos alguns acordos e vamos reforçar a cooperação económica e eu penso também que no sector da educação foram feitos alguns progressos sobretudo no que diz respeito a formação profissional e acho que vai haver algum incremento também na cooperação a nível da defesa e segurança na vertente também de formação de quadros. Dentro de alguns dias virá aqui uma missão marroquina para finalizarmos alguns aspectos e a cooperação, penso que foi relançada no sentido de ser uma cooperação um pouco mais visível”- afirmou o Chefe do Executivo Sãotomense”-após a sua chegada ao País.

Patrice Emery Trovoada pediu, num entanto, aos actores políticos para deixarem as polémicas e os aproveitamentos políticos e centrarem-se no futuro das crianças e dos jovens.

O Primeiro-Ministro e Chefe do Governo, voltou a reafirmar que o direito à greve é legítimo e que está também por isso preocupado com os professores e a qualidade de ensino em São Tomé e Príncipe.

“As maiores preocupações nossas como Governo e a minha pessoalmente são as crianças. A educação e o futuro que estamos a preparar para os jovens sãotomenses. Isso é que é a maior das preocupações. Daí que, dizendo isso, é evidente que também estamos preocupados com os professores, com a qualidade do ensino, com as infraestruturas escolares, etc, etc. Houve negociações, houve discussões. O Sindicato optou pela greve como disse mas nós sempre dissemos que estamos abertos para a discussão. O Sindicato também está disponível a regressar à mesa que eles abandonaram e na segunda-feira, vamos sentar à mesa para discutir. Agora, tem havido muitas polémicas, fundamentalmente, aproveitamentos políticos, mas isso deixa-me calmo e sereno. A greve é um direito. A greve visa efectivamente a defender os direitos sócio-profissionais de quem faz a greve, tomando também em conta os interesses da economia nacional. Não sou eu que o digo é a lei que diz. Por conseguinte, vamos continuar a trabalhar, a negociar até onde podermos chegar a um ponto de acordo. O resto, os partidos políticos que acordam cada vez que há uma situação para polemicar eu deixo isso à polémica”---ressaltou o Primeiro-Ministro e Chefe do Décimo VI Governo Constitucional da República, Patrice Trovoada, aquando do seu regresso ontem ao País.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

  1. Popular
  2. Favorito
  3. Comentado

Ligue-se a nós

Calendário das Publicações

« Novembro 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

Filtrar por temas