rnstp rnstp rnstp

PR RECEBE CUMPRIMENTOS POR OCASIÃO DO ANO NOVO E QUEBRA O "SILÊNCIO" SOBRE O RESTABELCIMENTO DAS RELAÇÕES COM A CHINA POPULAR

Escrito por  rnstp Jan. 02, 2017

O Presidente da República, Evaristo Carvalho, vai receber esta sexta-feira,  dia 6, no Salão Nobre do Palácio do Povo, a partir das 10 horas, os representantes de outros órgãos de soberania nacional, ex-presidentes da República, membros do Conselho de Estado, líderes  políticos e religiosos, diplomatas são-tomenses acreditados no exterior, chefias militares e pára-militares, líderes sindicais e das associações profissionais no quadro da apresentação de cumprimentos por ocasião do Ano Novo.

 

O Presidente Evaristo Carvalho, recorde-se, considerou na sua mensagem à Nação por ocasião do Novo Ano,  reatamento das relações diplomáticas com a República Popular da China "como uma das decisões políticas de vulto" em São Tomé e Príncipe.

"Não só pelo papel crescente e assertivo deste país no xadrez político mundial, como também pelas facilidades que a China hoje disponibiliza aos países em vias de desenvolvimento", disse Evaristo Carvalho, ressaltando ainda que “"A nossa geografia e a nossa reduzida dimensão territorial e populacional impõem-nos um repensar sobre o modelo de desenvolvimento socioeconómico, muito particular e específico, que possa ser sustentável e capaz de combater as assimetrias que ameaçam os esforços governamentais, na procura do bem-estar e o progresso da população”.

O Chefe de Estado quebrava dessa forma o seu “silêncio”, assumindo pela primeira vez uma posição pública sobre o restabelecimento das relações diplomáticas com a China Popular, depois do corte unilateral com Taiwan, anunciado pelo Governo em 20 de Dezembro último.

Referindo-se à situação sócio-económica, destacou as consequências da crise económico-financeira mundial e da incapacidade de alguns doadores continuarem a disponibilizar recursos financeiros para a Ajuda Pública ao Desenvolvimento e ao financiamento do Programa de Investimento Público.

Evaristo Carvalho agradeceu ainda assim, aos países doadores, as instituições e as organizações multilaterais pelo apoio concedido à São Tomé e Príncipe e em momentos difíceis, considerando ser “ um imperativo aumentar a nossa capacidade de absorção de ajudas e empréstimos, se quisermos efectivamente reduzir a pobreza e promover a coesão social, num país onde a incidência e a dimensão da pobreza afectam mais de metade da população".

O Chefe de Estado São-tomense disse ainda que apoia as medidas e políticas "corajosamente assumidas e implementadas pelo Governo" no plano económico e financeiro e que resultaram na melhoria do ambiente de negócios que considera ser "favorável aos investimentos directos estrangeiros e ao desenvolvimento de pequenas e médias empresas".

 

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

  1. Popular
  2. Favorito
  3. Comentado

Ligue-se a nós

Calendário das Publicações

« Junho 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    

Filtrar por temas