rnstp rnstp rnstp

RPCh (RE)INAUGURA EMBAIXADA EM STP

Escrito por  rnstp Abr. 03, 2017

A Republica Popular da China (re)inaugurou esta segunda-feira, dia 3, na capital santomense, a sua Embaixada três meses após o reatamento oficial das relações diplomáticas, de amizade e cooperação depois do restabelecimento da relação diplomática com São Tomé e Príncipe.

 

 A manifestação do reforço da cooperação e solidariedade existente entre os dois países, dezassete anos depois, é visto como um acto de profundo significado no contexto de desenvolvimento sócio-económico e mundial.

 

 Uma cerimónia de reabertura que culminou com o descerramento da placa na antiga Embaixada deste país em São Tomé pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, Urbino Botelho, em representação do Governo.

 

 “O desenvolvimento e a intensificação das relações bilaterais são interesses dos dois países, fortemente engajados numa parceria estratégica” - disse o Encarregado de Negócios Interino da Embaixada da República Popular da China Wang Wei no acto.

 

“ A China está disposta de apoiar o autodesenvolvimento sustentável de São-Tomé e Príncipe e o bem-estar do povo são-tomense”.

A relação diplomática entre os Estados “não só corresponde aos interesses fundamentais dos dois Países e Povos” mas também “ se conforma a grande corrente da amizade China-Africa.”.

O Chefe da Diplomacia Santomense, Urbino Botelho, aproveitou a ocasião para anunciar que “brevemente São Tomé e Príncipe irá instalar em Pequim a sua representação”.

“Sentimo-nos     assim  orgulhosos   de voltar  a fazer oficialmente  parte do   conjunto de países que mantêm a cooperação  com a Republica Popular da China, integrando deste modo  todos os mecanismos  internacionais   de cooperação com esse país, designadamente   o Fórum de Cooperação  China-Africa  (FOCAC) e o Fórum para a Cooperacao  Economics  e Comercial  entre a China e os Países de Língua  Portuguesa  (Fórum de Macau)”.

“Estão assim relançadas   as bases e as condições ideais para a implementação  de uma cooperação,  que pensamos a todo o título exemplar,   mutuamente  vantajosa  e enquadrada   nos valores do direito internacional  que todos defendemos,   e para desenvolvimento  económico  do nosso país e o bem-estar dos nossos respectivos  povos.”

“Setores fundamentais  do nosso país como a saúde, a agricultura   e a pecuária,  a energia e os transportes  entre outros,  poderão encontrar  neste novo quadro de cooperação  um novo impulso, e um  novo dinamismo.”

“Varias  outras  diligências   estão  em curso,   que  poderão aproximar    ainda  mais  os dois  povos  e criar  condições ideais   para  a promoção  do nosso  desenvolvimento”-disse o Ministro.

A cerimónia contou ainda com a presença do ministro das Finanças, Américo Ramos, ministro das Infraestruturas, Carlos Vila Nova e o ministro da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação, Olinto Daio bem como a representação do corpo diplomático acreditado no arquipélago.

 

 

 

 

 

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

  1. Popular
  2. Favorito
  3. Comentado

Ligue-se a nós

Calendário das Publicações

« Abril 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Filtrar por temas