BAD defende políticas mais flexíveis e de interesse mútuo.

Escrito por  rnstp Jun. 13, 2017

O Banco Africano para o Desenvolvimento, BAD, está a mobilizar os parlamentares sobre as próximas acções de financiamentos aos projectos nos sectores de energia e água e a gestão económica e financeira em São Tomé e Príncipe.

 

Esta terça-feira, dia 13, a nova Directora Sub–Regional do banco  pan-africano, reuniu com o Presidente da Assembleia Nacional, José Diogo, com quem  discutiu questões ligadas ao financiamento para o  triénio  2017-2020.

Tonia Kandiero, fez questão de antecipar ao Presidente do Parlamento,   pormenores à volta de alguns  projectos que defende devem ser agilizados e ratificados.

Certim Martam, outro quadro do BAD, entende que as novas prioridades do País, no contexto actual de desenvolvimento, obriga a adopção de  políticas mais flexíveis e de interesse mútuo.

Flávio Gama, representante residente do BAD, em São Tomé e Príncipe, explica que apesar dos actuais projectos estarem avaliados em 30 milhões de dólares, ainda existe a possibilidade de conceder mais fundos para investimentos.

De lembrar que BAD, financia vários projectos em São Tomé e Príncipe, com realce para áreas de segurança alimentar, facilitação do comércio, estudo de ordenamento do território, sistema de pagamento cartão internacional.

Modificado em terça, 13 junho 2017 15:26

Comentar


Código de segurança
Atualizar

  1. Popular
  2. Favorito
  3. Comentado

Ligue-se a nós

Calendário das Publicações

« Dezembro 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Filtrar por temas