Partido Comunista Chinês (PCC) reúne-se com partidos políticos com representação parlamentar.

Escrito por  rnstp Jun. 28, 2017

O Partido Acção Democrática Independente (ADI) e o Partido Comunista Chinês (PCC) poderão vir a desenvolver uma relação de amizade, apesar da relação histórica com o Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe/ Partido Social Democrático (MLSTP-PSD).

 

 Na dupla qualidade de Primeiro-Ministro e Presidente do ADI, Patrice Trovoada, reuniu esta segunda-feira, dia 27, com uma delegação do Partido Comunista Chinês que se encontra de visita ao País e chefiada por Gao Xiang Garg.

Este é o resultado de um encontro oficial entre o Presidente chinês e o Secretário-Geral do PCC, Xi Jinping e o Presidente do ADI, Patrice Trovoada.

Gao Xiang Garg, a chefe do grupo de trabalho do Departamento do Comité Central do Partido Comunista Chinês, à saída do Palácio do Governo, destacou.

Esta missão do Partido Comunista Chinês (PCC) chega à São Tomé e Príncipe, depois do restabelecimento das relações político-diplomáticas e de amizade entre os dois países em Dezembro último.

No âmbito desta visita, teve lugar na tarde desta segunda-feira, na Embaixada da República Popular da China, um encontro com todos os partidos políticos com representação parlamentar.

A delegação do PCC encontrou ainda na manhã desta terça-feira, dia 27, com a Direcção Política do MLSTP/PSD. Um encontro histórico, segundo considerou Aurélio Martins, presidente do MLSTP/PSD que serviu para rever as bases para fortificar ainda mais estas relações. O líder social-democrata ressaltou que o encontro entre as duas delegações permitiu as partes passarem em revista os aspectos ligados a esta amizade que vem desde os primórdios da luta pela Independência de São Tomé e Príncipe.

Gao Xiang Garg, a chefe da delegação do PCC, acompanhada do Emabixador Wang Wei, afirmou à saída deste encontro que as relações entre os dois partidos são históricas e baseiam-se em quatro princípios fundamentais: o intercâmbio partidário, a independência e auto-determinação, a igualdade completa, o respeito mútuo e a não ingerência nos assuntos internos.

Com base no respeito destes quatro princípios, precisou Gao Xiang Garg, o Partido Comunista Chinês (PCC) está disposto a promover a amizade com todos os partidos “amistosos” do mundo.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

  1. Popular
  2. Favorito
  3. Comentado

Ligue-se a nós

Calendário das Publicações

« Julho 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            

Filtrar por temas