Força Multinacional da África Central em "estado de alerta".

Escrito por  rnstp Set. 12, 2017

Teve início esta segunda-feira, dia 11, no Hotel Praia, em São Tomé, a Reunião da CEEAC, subordinada ao tema “Actualização do Catálogo das Capacidades da Força Multinacional da África Central (FOMAC). 

             

Os peritos militares e civis da CEEAC vão debater em São Tomé, e durante quatro dias consecutivos, questões ligadas à defesa e segurança na sub-região.

Durante a semana, os peritos militares da CEEAC, vão estudar e actualizar os novos modelos atendendo aos desafios da Força Multinacional da África Central (FOMAC) para o horizonte 2017-2020, onde se espera o aumento de números de efectivos para as operações de paz e segurança.

Sete anos após a sua criação pelo Conselho de PAZ da CEEAC, esta força africana, tenta actualizar o catálogo das suas capacidades, mantendo os seus operacionais em prontidão nos seus respectivos países, segundo deixou a entender o Chefe do Estado-Maior da FOMAC, o angolano Daniel Raimundo Savihemba.

A prontidão desta força, tem a ver com as novas formas de ameaças à paz e segurança no mundo, com enfoque para a região, e no caso particular, da República Centro Africana (RCA), assegurou o Brigadeiro Savihemba, destacando que depois de alguns ganhos no modelo vigente a FOMAC, prospera novos alcances.

Por sua vez, o Ministro da Defesa e Administração Interna, Arlindo Ramos, alertou para a necessidade de créditos do Conselho de Defesa e Segurança da CEEAC tendo em vista os desafios da FOMAC. 

Renovou também na abertura dessa Reunião, o engajamento de São Tomé e Príncipe.

 

 

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

  1. Popular
  2. Favorito
  3. Comentado

Ligue-se a nós

Calendário das Publicações

« Novembro 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

Filtrar por temas