rnstp rnstp rnstp

MINISTRA DA SAÚDE DEFENDE PROGRESSOS DE STP NA IV REUNIÃO DE BRASÍLIA

Escrito por  rnstp Out. 30, 2017

A Ministra da Saúde, Maria de Jesus Trovoada dos Santos, defendeu recentemente em Brasília (República Federativa do Brasil) e aquando da IV Reunião dos Ministros da Saúde da CPLP, os progressos de São Tomé e Príncipe relativamente a “Agenda de Desenvolvimento 2030”.

 

“São Tomé e Príncipe nos 42 anos enquanto País independente, tem feito um percurso ascendente, em matéria da saúde e não só. Mas, há muito por fazer”- disse a Ministra na sua comunicação ressaltando que “o Governo de São Tomé e Príncipe assumiu um forte compromisso no que toca a melhoria da saúde da população sãotomense e, por esta razão, tem desenvolvido estratégias eficientes e eficazes neste âmbito visando uma maior cobertura nacional do sistema de saúde”.

Especificou que “diferentes programas compõem a rede de protecção social em São Tomé e Príncipe. Estes programas foram desenvolvidos tendo como base vários instrumentos legais, incluindo políticas nas áreas de saúde, educação e segurança social”.

Segundo a Ministra a Saúde “a referida estratégia envolve uma profunda necessidade de se repensar nos programas Nacionais der modo a se obter um sistema em que os sãotomenses sejam capazes de responder aos desafios urgentes que o País enfrenta em termos de luta contra a pobreza, má nutrição, crescente problema de desemprego na camada jovem, a vulnerabilidade enfrentada pelas milhares chefes de família, o aumento de casos de doenças não-transmissíveis como as Diabetes, Hipertensão, Acidentes Vascular Cerebral, Doenças Emergentes, entre outros”.

A governante concordou, no entanto, com a proposta de um dos temas desta reunião e que tem a ver com o “Programa de Desenvolvimento Sustentável - Horizonte 2030, com grande relevo em dimensões do Desenvolvimento Sustentável” facto que demonstra a calara preocupação dos governos relativamente ao assunto.

Evidenciou, recordando que “o Governo de STP adoptou um documento reitor no seu quadro de governação intitulado “Agenda de Transformação no Horizonte 2030” na Conferência Internacional dos Investidores e Parceiros de Desenvolvimento de São Tomé e Príncipe (STP in London) realizada em Londres nos dias 14 e 15 de Outubro de 2015.

“São Tomé e Príncipe ambiciona com a intensidade que é merecida do benefício desta óptima dinâmica sub-regional para definitivamente romper com a construção e organização de pensamento e consequentemente de seus resultados, dos comportamentos que ainda prevalecem explorando com altivez os acervos e as vantagens comparativas que jogam ao seu favor”- precisou ainda a Ministra a Saúde, evocando a perspectiva de que “mudar de padrão comportamental para um novo caminho de desenvolvimento em que o mesmo está empenhado, fará de STP no horizonte 2030 um estado emergente, susceptível de oferecer aos seus cidadãos as condições de uma vida digna e decente, pedra basilar para a energia económica”.

Reafirmou por outro lado que “as autoridades estão igualmente determinadas a promover uma oferta de cuidados de saúde de qualidade com a oferta de formações diferentes ao nível do País e acessível à todos custo com a saúde, infra-estruturas, e equipamentos modernos, particularmente para o diagnóstico e de especialistas nacionais de qualidade com o saber actual”, revelando que “está em curso uma política de Desenvolvimento de Cuidados de Saúde para as populações e resolução de desafios nos cuidados de saúde pública nomeadamente: Melhoria Urgente das Facilidades de Emergência e Cuidados de Trauma, Aquisição e Gestão Planeada de Medicamentos, reagentes, consumíveis e equipamentos hospitalares e eliminação de doenças transmissíveis, prevenção, gestão e controlo das mesmas”.

A governante reconheceu também que “o caminho a percorrer para atingir os objectivos da Agenda de Transformação que coincidem com os ODS é longo e difícil” e acrescentou que “estamos confiantes porque a história recente ensiná-nos que quando a vontade política é real como é a nossa e que o apoio popular é sólido como o existente o ritmo acelerado das reformas e o apoio da comunidade internacional é realista e consequentemente eficaz”.

“Os países mesmo os pequenos em tamanho iniciam um processo virtuoso, sustentável da transformação e satisfazem as aspirações dos seus cidadãos”— vaticinou para depois concluir e agradecer ao Governo Brasileiro pela recepção e acolhimento proporcionado aos participantes à IV Reunião dos Ministros da Saúde da CPLP.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

  1. Popular
  2. Favorito
  3. Comentado

Ligue-se a nós

Calendário das Publicações

« Novembro 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

Filtrar por temas