rnstp rnstp rnstp

Escola Internacional de STP financia exames de mamografia à utentes no Hospital Central

Escrito por  rnstp Mar. 08, 2018

A Escola Internacional de São Tomé e Príncipe entregou, esta manhã, nove mil novas dobras (equivalente a nove milhões) ao Hospital Central Dr. Ayres de Menezes.

 

O valor servirá para pagar exames de mamografia (exame que serva para detectar cancro de mama) no hospital a 18 utentes com mais dificuldades financeiras.

O dinheiro, segundo a Directora da Escola Internacional de São Tomé e Príncipe, Sílvia Mota, é resultado da campanha cor-de-rosa para a protecção do cancro da mama iniciada pela escola em Outubro do ano passado.

A campanha que era só para assinalar o dia de prevenção do cancro da mama, segundo a directora, teve impacto mais do que o esperado. “Decidimos que deveríamos fazer os lacinhos, cada menino fazer lacinhos cor-de-rosas para venda, com uma quantia simbólica para venda de dez novas dobras (dez mil dobras). Entretanto os nossos pequenos embaixadores (…) conseguiram motivar pais, famílias e outras instituições que nos ajudaram também na venda dos lacinhos e conseguimos uma quantia simpática”, contou Sílvia Mota.

Actualmente os exames de mamografia, no Hospital Central, custam 500 novas dobras (equivalente a 500 mil dobras). Um valor elevado para a nossa realidade, diz o Director da maior unidade hospitalar do país, Celsio Junqueira. “Os exames de mamografia, para a nossa realidade, ainda são exames que custam algum dinheiro e este donativo da Escola Internacional vem comparticipar nas pessoas que têm maior dificuldade financeira”, esclareceu o director que agradeceu pelo apoio.

De acordo com o Director do Hospital, a maior procura por estes exames no hospital acontece nos períodos em que os especialistas portugueses vêm ao país.

Devido os custos dos exames, muitos têm procurado apoio do hospital para realizá-los. O hospital, segundo Célsio Junqueira, tem feito triagem e as “pessoas com menos recursos têm recebido isenção de 50 ou mesmo 100% do custo. Mas como os equipamentos têm custos, e com as dificuldades do próprio hospital e o país enfrenta, vimos essa colaboração da Escola Internacional uma envolvência da comunidade nos desafios da saúde”.

Nos períodos em que se aproximam as visitas das missões médicas portuguesas especializadas em mamografia, o Hospital Central chega a realizar entre 20 a 30 exames de mamografia.

Cancro da mama é um dos cancros que têm matado milhões de mulheres no mundo.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

  1. Popular
  2. Favorito
  3. Comentado

Ligue-se a nós

Calendário das Publicações

« Agosto 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Filtrar por temas